Profissão Repórter 11/10/2017

Profissão Repórter mostra como é a diversão dos jovens nas periferias. Repórteres mostram a diversão dos jovens na periferia de Brasília, Belo Horizonte e São Paulo. Na periferia de Ceilândia, a 30 quilômetros de Brasília, adolescentes afirmam que a única opção de lazer na região é ir pra missa, pra igreja. A repórter Nathalia Tavolieri conheceu outros jovens que, por iniciativa própria, criam eventos culturais nos quintais das casas como opção de lazer. O Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte, tem 50 mil moradores. O Repórter Erik Von Poser registrou como é organizado o baile funk da comunidade. Em julho deste ano, um jovem de 14 anos morreu e outras três pessoas ficaram feridas num tiroteio. Desde então o baile só pode acontecer com o alvará da Prefeitura. O documento precisa ser renovado toda a semana. Já a repórter Danielle Zampollo reencontrou os antigos organizadores dos ‘rolezinhos’ em São Paulo. A vida deles mudou bastante nos últimos quatro anos. Um deles, conhecido como MC Chaveirinho, se casou e agora é pai de uma menina de um mês. “Mudou muita coisa, fiz família, tive filha, mas o que não muda é a nossa vontade de funk. Isso não muda “, diz. Ele ainda canta e compõe funk, mas ganha a vida como motorista de caminhão que recole caçambas de entulho em São Paulo.
saiba mais sobre Profissão Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *